Produção de Uvas e Comercialização de Vinho Madeira na Região Autónoma da Madeira

 

Produção de Uvas e de vinho com DOP/IGP na RAM

 Em 2016, para além da produção de 3,97 milhões de litros de vinho licoroso com Denominação de Origem (DOP) «Madeira» ou «Vinho da Madeira», foram ainda produzidos e certificados 1.095 hectolitros de vinho com DOP «Madeirense» e 60 hectolitros vinho com Indicação Geográfica Protegida (IGP) «Terras Madeirenses».

 

Na vindima de 2016, a produção total de uvas Vitis vinífera na Região Demarcada da Madeira foi de 3.514 toneladas. Salvo uma pequena quantidade que os viticultores reservaram para autoconsumo, 92,3 % da produção foi vendida às empresas que se dedicam à produção e ao comércio do «Vinho da Madeira», cerca de 4,9 % às empresas que se dedicam à produção e ao comércio de vinhos com DOP «Madeirense» e com IGP «Terras Madeirenses».

 

Comercialização de «Vinho da Madeira»

Em 2016, a comercialização de «Vinho da Madeira» foi de 3,17 milhões de litros, representando os países da União Europeia, com uma quota de mercado de 80,1 %, o principal destino deste vinho, com especial destaque para a França, Portugal, Reino Unido, Alemanha e Bélgica. O mercado nacional, com uma quota de 16,7 %, assume uma importância considerável, destacando-se aqui com 14,5%, o «Vinho da Madeira» que é comercializado na própria Região, impulsionado em boa parte pelos turistas que visitam a Ilha.

 

Fora da União Europeia, os principais mercados do «Vinho da Madeira» são o Japão e os Estados Unidos da América, seguidos pela Suíça e Canadá.

 

Analisando ainda a comercialização de «Vinho da Madeira» de acordo os diferentes tipos e idades é possível verificar que os vinhos mais comercializados, em função do grau de doçura, são os vinhos doce e meio doce, de entre os vinhos com indicação do nome de casta, os vinhos mais procurados são os da casta Malvasia, seguidos pelos da casta Boal.

 

A comercialização de «Vinho da Madeira» situa-se maioritariamente ao nível dos vinhos correntes (com cerca de 3 anos de idade) e, relativamente aos vinhos com indicação de idade, ao nível dos vinhos de 5 e 10 anos. No que diz respeito ao «Vinho da Madeira» com indicação do nome de casta, o volume de comercialização é igualmente superior na faixa dos Vinhos com 5 e 10 anos de idade, com exceção dos vinhos das castas «Terrantez», «Bastardo» e «Moscatel», cujo volume de comercialização é superior ao nível dos vinhos "Frasqueira" e do vinho da casta «Tinta Negra», cujo volume de comercialização é superior ao nível dos "Colheitas".

 

Comercialização de vinho com DOP «Madeirense» e de vinho com IGP «Terras Madeirenses»

Em 2016, a comercialização de vinho com DO ou IG foi de 996 hectolitros, sendo 868 hectolitros vinho com DOP «Madeirense» e 128 hectolitros vinho com IGP «Terras Madeirenses».

 

Analisando ainda a comercialização de vinho com DOP «Madeirense» e de vinho com IGP «Terras Madeirenses» é possível verificar que em 2016 os vinhos mais comercializados foram os vinhos rosados, com cerca de 40,4%, seguidos dos brancos com 39,1%. Os vinhos tintos corresponderam a cerca de 20,5% da comercialização.